7 de julho de 2017

Nota máxima no PTE e em breve nosso convite


Para nossa felicidade, e alívio, enfim consegui a nota máxima no PTE!! Mas o que isso significa? Para quem já acompanha nossa história aqui no blog sabe da nossa luta com os requisitos do visto permanente, especialmente em relação ao inglês. [caso não conheça nossa história, navegue ai pelo histórico do blog e conheça um pouco mais da nossa jornada]

Resumo
Vou tentar resumir. Nosso plano inicial era vim para a Austrália com o visto permanente, que nos dá praticamente todos os direitos de um cidadão. Esse visto tem vários requisitos que contam pontos e existe uma pontuação mínima para fazer a aplicação. Entre outros requisitos, que já tínhamos resolvido, precisava de uma nota mínima na prova de pro-eficiência de inglês. Fiz vários cursos, estudei bastante, fiz vários IELTS e não estava conseguindo a nota apenas na redação. Quem conhece essa prova sabe como é. Foi aí que decidimos adiantar nossa vinda como estudante e continuar o processo por aqui. Fiz mais outro IELTS e não deu certo, fiz um PTE [outra prova de inglês aceita pela imigração] e consegui a nota que precisava. Mas depois de todo esse tempo passado, a demanda de TI para o visto permanente aumentou e a pontuação mínima para o processo do visto não foi mais suficiente. Tínhamos outras possibilidades, como o visto regional, mas tudo foi dando errado. Foi então que pela demora precisava aumentar minha pontuação no processo do visto para poder ser convidado a aplicar o visto de fato [para pontuação máxima precisava de mais de 79 em todos os skills, a nota máxima da prova é 90] . Foi quando começou mais uma vez minha luta com provas de inglês. Mas enfim, várias renovações de visto de estudante, muito estudo, muito gasto e muitas provas depois, consegui. O processo agora é apenas esperar para ser convidado, depois do convite é quando de fato se aplica para o visto e o processo ainda demora de 6 a 8 meses. Mas muito mais tranquilo, pois tudo já estará encaminhado.

Preparação e provas
Para essa nova tentativa de provas fui atrás de algum curso para poder tirar essa nota tão alta, fiz aulas de teste e fiz um curso mais barato que não me ajudou em nada, foi literalmente dinheiro jogado fora. Foi quando conheci o PTE Study Centre, fiz uma aula grátis gostei muito. Fiz o curso e ainda precisei fazer várias provas depois. A prova é muito longa e chata, e precisando da nota em todos os skills [não vale a média], acabei falhando apenas em um skill em várias provas, até finalmente conseguir a nota em todas. O pessoal do curso sempre me deu muito suporte e se mostrou comprometido com o meu resultado. Essa indicação não é paga, não é propaganda! De fato gostei muito do curso e faço questão de divulgar para quem precise fazer um curso ter uma referência. O curso dá todas as informações de como é a prova e como a pontuação funciona, dá muitas dicas e modelos. O PTE é feito no computador e corrigida por ele também, então existem muitos macetes para conseguir a nota. Mas não se engane, precisa ter um bom Inglês de toda forma e precisa se dedicar bastante, estudar e praticar muito.


Para saber um pouco mais sobre o IELTS e o PTE [inclusive com dicas] e como foram minhas outras experiências, clique aqui...


Então é isso, estamos de volta e vamos tentar postar aqui no blog e publicar vídeos mais frequentemente. Valeu, até a próxima.


18 de abril de 2017

O fim do visto 457

O primeiro ministro Malcolm Turnbull anunciou o fim do visto 457. Em resumo, esse visto é o que permite empresas "patrocinarem" [ou "sponsorarem" como os Brasileiros costumam falar por aqui] um funcionário para a obtenção do visto. Para conseguir esse visto era preciso vários requisitos, entre eles o emprego estar relacionado na lista de profissões em demanda e a empresa não ter encontrado um Australiano capaz de exercer essa profissão.

Na prática era um visto que permitia que estudantes conseguissem algum emprego na sua área e depois trilhassem para um visto permanente, para quem não tinha os requisitos para aplicar para os skilled visas 189 e 190. Essa decisão foi tomada porque muitas empresas estavam "patrocinando" funcionários em áreas não tão especializadas assim, e o governo quer proteger os empregos dos Australianos. Mas para isso foram criados dois novos vistos que visam continuar com o mesmo caminho para empregos qualificados.

Mais alterações foram anunciadas em relação a obtenção da cidadania. Antes você precisava ter morado quatro anos na Austrália, bastando o último ter sido com um visto permanente. Com a alteração será necessário morar quatro anos após o visto permanente e terá mais requisitos em relação ao inglês e ter se envolvido com a comunidade e com os princípios Australianos.

Caso não esteja familiarizado com esses termos e vistos citados acima, uma rápida busca no google lhe ajudará a entender um pouco mais.

Confira abaixo o pronunciamento do primeiro ministro anunciando essas alterações e os links para posts de outro blog com mais detalhes das alterações.



Uma agente de imigração explica como as novas mudanças no visto podem afetar você

Vai ficar mais difícil se tornar cidadão Australiano



17 de março de 2017

Cirque du Soleil



Fomos ao Cirque du Soleil.  Esse espetáculo é um pouco diferente dos outros dessa companhia, ele é apresentado em uma tenda e é intinerante, como em um circo tradicional. Normalmente no começo do ano eles estão por aqui em Melbourne. Esse ano o espetáculo é o Kooza. Já conhecíamos outro espetáculo do mesmo circo em Las Vegas, que possui um palco bem mais grandioso e com uma produção maior. Mesmo assim, é um espetáctulo bem interessante, divertido e com apresentações já conhecidas, mas com o toque do Cirque du Soileil. Fomos com o casal amigo Rafael e Gláucia. Valeu a pena!







15 de março de 2017

Lago Rosa #nofilter


O Salt Water Lake, um lago de água salgada que fica a margem da West Gate Bridge, em alguns períodos fica cor de rosa. Isso mesmo, a água fica rosa. Essa foto não tem nenhum tratamento. Já comentamos isso por aqui quando fomos lá no nosso primeiro dia de Melbourne.

A mudança da cor é causada por bactérias na água. Normalmente no verão, quando a concentração de sal fica maior, as condições ficam favoráveis para essa bactéria agir e alterar a cor da água. Normalmente era para acontecer no verão, mas quando vimos a primeira vez era no final do inverno, e agora no outono.  Curioso, não?

Veja mais informações sobre a reserva e o lago: http://www.westgatepark.org/



4 de fevereiro de 2017

Cinema de graça ao ar livre


Os Australianos adoram o verão e por isso muitos eventos ao ar livre são promovidos nesse período. Um deles é o cinema ao ar livre. Além de Altona, existem em outros bairros também, inclusive no Royal Botanical Garden. Como Altona e Williamstown [bairro vizinho ao nosso, que também é praia] fazem parte da mesma prefeitura, tiveram filmes nos dois, um em cada final de semana. Juntamos os amigos da nossa vizinhança, e alguns petiscos, e fomos aos dois. E o melhor, é de graça! Ah, mesmo sendo no verão, deu uma esfriada, ainda mais sendo na beira da praia, mas foi bem legal, todos gostaram. Os filmes foram The Jungle Book [Mogli: o menino lobo] e Fantastic Beasts and where to find them [Animais Fantásticos e onde habitam].






29 de janeiro de 2017

Picnic no Flagstaff Gardens


Mais um picnic com os amigos no Flagstaff Gardens, mais um dos lindos parques no centro de Melbourne. Com ótima companhia, teve direito até a Legião Urbana e outras músicas brasileiras ao vivo.



26 de janeiro de 2017

Australia Day


O Australia Day é o dia nacional da Austrália, sendo comemorando no dia que a primeira frota Britânica chegou no país no dia 26 de Janeiro de 1788. É um grande dia de celebração para os Australianos.

Como por aqui tudo é muito distribuído, exitems várias prefeitutas que os bairros fazem parte [um dia vamos explicar isso melhor], e cada prefeitura faz sua comemoração. Altona faz parte da City of Hobsons Bay, que organizou uma comemoração aqui na rua de casa e na beira da praia, com direito a muito churrasco,  barraquinhas, comidas, música ao vivo, exposição de carros antigos, passeio de ônibus de 2 andares, charrete e até camelo.





É isso, Happy Australia Day!



2 de janeiro de 2017

Um dia em Geelong



Geelong é uma cidade bem perto daqui, fica bem no começo da Great Ocean Road. Tem sua vida própria, já não faz parte da região de Melbourne, e não tínhamos ido ainda. Aproveitamos o início do ano para um passeio pela linda orla de Geelong. Com belos parques, praia com piscina para criança, roda gigante, carrossel e até passeio de helicóptero, é uma ótima opção para um dia de passeio.












1 de janeiro de 2017

Merry Christmas and Happy New Year


Mais um Natal e ano novo por aqui. Como sempre, é um momento onde sentimos muita falta da família, mas faz parte. Esse ano fizemos um jantar de Natal em casa, mas como alguns amigos não poderiam vim, tivemos outros momentos para completar nosso Natal. O primeiro foi com os nossos grandes amigos Simon e Jana. Como eles iriam viajam, fizemos um jantar com eles antes do Natal. Mas como dizem hoje em dia: foi tão bom que nem tiramos fotos. Pois é, esquecemos da foto para registrar esse momento, mas o que vale é o que fica na nossa memória dos ótimos momentos que sempre passamos com eles.


No dia 24 fizemos um jantar com alguns amigos, Rafael e Gláucia e nossos vizinhos Willian e Gláucia e Rodrigo, Vanessa e Helena. Esse não esquecemos de tirar fotos. Acabamos a noite com um divertido amigo secreto onde podíamos trocar os presentes.

No dia 25, continuando nossas comemoraçoes, fizemos um almoço com a família de Juliana, Gustavo e Lelê, seus pais Marcos e Aparecida, a irmã [com o cunhado favorito de Gustato] Magda e Goran e os amigos Rafael e Gláucia.



E para completar, fizemos uma noite de hamburger com nossos amigos Simon e Jana, bem depois do Natal [e até do ano novo], pois eles estavam viajando, mas ainda valeu como Natal.



Esse ano não aproveitamos muito o Natal da cidade, mas vejam o post do ano passado, onde comentamos como é comemorado o Natal por aqui e filmamos um pouco da decoração e da projeção na prefeitura:

Então é Natal

Ah, confira também o que é o Boxing Day, veja o post que fizemos no ano passado explicando esse feriado nacional para compras:

Boxing Day

A virada do ano passamos com a família de Juliana e Rafael e Gláucia, no FlagStaff, um dos pontos organizados pela prefeitura, onde tem toda a estrutura de banheiro, enfermaria e segurança, além de DJ e fogos na virada. Foi bem legal.



Novamente, se quiser ver mais detalhes, com o vídeo de como foram os fogos, confiram o post do ano passado:

Feliz Ano Novo

Valeu, obrigado por nos acompanharem em mais um ano, espero podermos estar ajudando a quem pretende vim morar por aqui, e ter mostrado um pouco da nossa vida a família e amigos queridos que ficaram no Brasil. Um Ano novo incrível para todos nós, e continuaremos por aqui.

Um grande abraço a todos.


18 de dezembro de 2016

Enfim fomos para a Great Ocean Road


Depois de mais de ano por aqui, enfim fomos visitar a Great Ocean Road. É um passeio muito bonito, acho que o mais icônico de Melbourne.  Pensávamos em fazer um passeio mais organizado, dormindo em alguma praia no caminho, mas com isso acabamos adiando muito esse passeio. Como a família dos nossos grandes amigos Gustavo, Juliana e Lelê estavam por aqui, então aproveitamos e fizemos o passeio com eles, em apenas um dia mesmo.



É possível fazer esse passeio de carro ou contratar algum tour. Existem empresas que fazem esse passeio de ônibus, mas existe também pessoas que fazem em grupos menores, no grupo do facebook é possível achar pessoas oferecendo.

Mas afinal, qual a melhor forma de fazer o passeio? Um dia ou vários dias? Ir de carro ou em um tour? De qualquer forma vale a pena!

Ir de carro é bom que lhe dá mais flexibilidade, mas precisa estudar os lugares para parar e tentar seguir o horário, pois no final acaba ficando corrido e pode perder algum ponto. Já com alguma empresa fica mais tranquilo porque para nos principais pontos, mas fica preso a um grupo e pode ficar um pouco mais caro.

Fazer o passeio em um dia é um pouco corrido, mas dá tempo de ver tudo sim. Indo parando para dormir aproveita mais, e conhece melhor algumas praias ou atrações que tem no caminho, mas acaba ficando uma viagem mais cara que precisa de mais planejamento e acaba adiando seu passeio [que foi o nosso caso].

Como fizemos essa primeira vez em um dia, agora já temos uma idéia geral e podemos ir outras vezes só a algum ponto específico e conhecer melhor, afinal moramos aqui e fica fácil ir várias vezes.

De toda forma vai ser um lindo passeio e vão gostar. Aproveitem!

Valeu, abraço a todos.